Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

E daí? Fazemos o que?

Dou de cara com uma notícia e pasmo! Uma ONG australiana afirma que - em pleno século XXI - há no mundo quase 30 milhões de escravos! Passou pela minha cabeça que só no Brasil são quase 100 milhões embora o fim da escravatura supostamente ocorreu no século passado. Ai alguém me diz que no Brasil não há escravidão... Tudo depende do ponto de vista e da interpretação de cada um do que é ser escravo ou do que...

Coço a cabeça com força e bagunço os cabelos como se assim pudesse reorganizar os neurônios. Cubro os olhos com as mãos por algum tempo e depois deixo que a luz do dia faça meus olhos doer para que quem sabe pouco a pouco eu vá abrindo os olhos e descobrindo que estou no lugar certo e no mundo certo.

Poderia falar dos problemas comuns em todo o planeta e que afetam diretamente todas as pessoas mas, irei me concentrar apenas no Brasil que só tem a fachada de país desenvolvido. Preciso falar sobre isso porque estou com uma intensa sensação de que a realidade está bastante distorcida - por quem eu ainda não sei. Tem alguma coisa muito errada acontecendo e me dá uma leve impressão de que só eu estou percebendo isso! A realidade parece uma pintura à óleo que vai derretendo com um banho de solvente!

O que meus olhos estão enxergando de fato, o que é fato, o que é realidade, o que é notícia e o que é mero sensacionalismo? Tem algo muito errado e gostaria muito de saber o que fazer numa situação destas! Sinto-me presa dentro de um dos episódios de The Walk Dead! Não está entendendo? Vou explicar!


- A Secretária Nacional dos Direitos Humanos ficou comovida ao assistir o vídeo de um ladrão ser baleado por um policial.

Segundo a Secretária “O pior não é nem o ato em si, a violência gratuita praticada pelo policial. ". Diante desta frase me pergunto se de fato ela assistiu ao vídeo...


A vítima havia comprado uma moto nova a pouco tempo e tem o hábito de filmar seus trajetos de moto com uma câmera instalada no capacete. Ele nem imaginava que com isto acabaria gravando a tentativa de roubo de sua moto.

Ao parar no semáforo dois indivíduos em uma moto - que já o seguia - deram voz de assalto. O garupa apontou um revólver, ameaça e pede a chave da moto perguntando seguidamente se ele era um polícial. Um policial fardado em carro descaracterizado também estava parado no semáforo e presenciou a cena, esperando o momento certo para agir. Quando o delinquente subiu na moto o policial se identificou com sua arma na mão. Ao mesmo tempo que o outro marginal fugia, o criminoso armado apontou seu revólver para o policial que não teve outra alternativa a não ser atirar. Atirou para imobilizar e não para matar mas, a cena de violência gratuita foi do policial e não do bandido!

Me pergunto se esta gente dos Direitos Humanos já foram assaltadas e passaram por situação de ameaça e verdadeira tortura psicologica para afirmar tal coisa. Graças a estas e outras os vilões são a vítima e o policial. O pobre coitado que recebeu uma bala de graça é o marginal.

Então você cidadão de bem, me oriente por favor! Não estou conseguindo compreender qual é meu lugar nesta sociedade! Se o bandido me assaltar e atentar contra minha vida é ele a vítima? Se eu reagir e imobilizá-lo ou matá-lo sou eu o criminoso? Eu não tenho motivos para ser assaltado e nem direito de ter o que tenho mas o marginal tem motivos e direito de tirar o que é meu?

 Ainda nos supostos Direitos Humanos...
- A comissão de Feliciano (nem é mais dos Direitos Humanos) aprova projeto que permite templo de vetar gays

Padres, pastores e cristãos.com além de não precisarem pagar impostos agora podem proibir os gays de entrarem em seus templos sem serem punidos pela lei contra discriminação. É vetada a presença e participação de pessoas 'em desacordo com suas crenças'.

Este tal 'desacordo com as crenças' significa que cristãos não aceitam a condição gay. Consequentemente, nenhum gay poderá entrar em um templo. Lembrando que existe tanta diferença entre gay e sodomista quanto em ouvir e escutar...

Tal notícia me faz lembrar da Inquisição na América Latina. (quem quiser comprovar por si mesmo o que digo assista documentário do NatGeo). Engana-se quem pensa que a Inquisição perseguiu apenas acusados de bruxaria. Na América Latina a Inquisição perseguiu judeus, índios, negros com suas crenças e culturas. Aliás, a mãe de todas as igrejas cristãs sempre perseguiu quem praticasse algo averso a sua sã doutrina e impôs com violência, força e tortura a predominância de sua filosofia. A missão da igreja foi tão eficaz que inspirou Adolf Hitler que criou o nazismo. Na Inquisição os acusados de ir contra a igreja eram não somente separados dos demais mas também eram obrigados a usar roupas que os identificavam assim como os prisioneiros do nazismo. E assim como no nazismo, raças e crenças que eram ameaça ao regime eram de alguma forma exterminados pela Inquisição. Entre os 'rejeitados' também estavam os gays.

A igreja cristã possuí este nome por supostamente ser a detentora das palavras de Cristo. Então, Jesus é o avatar, o líder desta religião apesar de Jesus não possuir religião alguma. Ser um judeu era não uma crença mas, uma filosofia de vida, uma cultura do povo a que pertencia. 

Mas, seguindo as palavras de Jesus, ele disse: "Venhas como estás". Uma mulher de outra tribo veio até ele para ser curada e seus discipulos o lembraram que não podia mesmo pois ela era de outro povo. Mesmo assim Jesus a curou. Jesus nunca rejeitou ninguém. As passagens bíblicas que se referem ao dever de não praticar nenhum tipo de discriminação podem ser encontradas por qualquer um mas, principalmente as igrejas evangélicas ainda vivem debaixo da sombra da Inquisição. Não se engane: os nomes mudaram e a aparência também mas, as atitudes e intenções ainda são as mesmas.

Vamos supor que esse povo esteja certo em usar seu lugar na política para defender sua crença... Vamos supor que ser gay te leva para o tal Inferno... As igrejas estão tirando o direito do Espírito Santo de agir a seu tempo na vida do indivíduo pois pregam que 'a fé vem de ouvir a palavra'. Se Jesus disse pra ir a ele como você está, pelo visto, para conseguir entrar em uma igreja cristã o gay terá que deixar de ser gay primeiro? Ou será que Jesus não 'cura' essas coisas? E como na Inquisição e no nazismo, 'faça o que eu falo não faça o que eu faço'?  Se você for cristão de carteirinha pode discriminar? Alterar uma lei de 1989 para uma causa já pessoal pode mas, alterar uma lei que beneficie o povo em geral não pode?

De repente, fiquei muito afim de seguir esse Jesus... Toda controvérsia no que esse povo prega significa que: com Jesus tu pode tudo, sem ele não pode!

Não... É mais seguro me converter ao ateísmo mas, no meu entendimento quando é dito que 'a fé vem por ouvir' significa que quem é convicto de algo repete e expressa sua convicção o tempo todo não com a intenção de convencer os outros mas para preservar o que acredita pois, quem tem convicção de algo não ouve a ninguém, ouve a si mesmo.


- Pedófilo é liberado

Faça uma busca no Google... Até médico acusado de pedofilia tem. A palavra de uma criança não vale nada. Os exames que comprovam o estupro não valem nada. Porque ainda assim o sujeito sai pela porta da frente como se não tivesse feito nada!


- Mensalão, mensaleiros, corrupção

A avalanche de notícias na internet, TV e jornais é absurda. Todo santo dia tem assunto novo sobre o mesmo tema. Todo mundo sabe que político está roubando dinheiro público, está omitindo-se de exercer decentemente suas funções, o dinheiro para construções de estádios para a Copa é um crime internacional diante da falência na Saúde, Educação e Transportes mas e dai?

Dizem que achar que iremos passar a maior vergonha de nossas vidas nesta Copa é pessimismo. De repente, nem sei mais o que é realismo! Quem argumentou este absurdo deve ter saúde, educação e transporte de primeiro mundo ou não vive aqui!

Todo o dinheiro que deveria ser usado para melhorar escolas, hospitais, postos, estradas, etc, etc elevado ao Pi foi destinado a construção de estádios. Pensa no turista entrando naquele estádio de primeiro mundo. Pensa nele saindo de lá e seguindo para o hotel. Ele vai pegar ônibus ou Metrô porque só aqui no Brasil que ir de um lugar ao outro usando transporte público é coisa de pobre. Pensa em todo o povo lotando as avenidas e marginais, os vagões e os ônibus e o turista lá. Pensa no trânsito. Pensa no sequestro relâmpago, no tiroteio, no trombadinha. Pensa na delegacia cheia de gente. Pensa que o turista torceu o pé e foi para o hospital. Pensa que o hospital está lotado e não tem médico. Pensa que até tem médico mas ele não fala inglês. Pensa que ele até fala inglês e ainda bate um papo mas a enfermeira não fala. Pensa que ele vai voltar para o ônibus ou o Metrô ainda em horário de pico e vai ser xingado por um sem educação só porque alguém que não dá pra saber quem foi pisou no seu pé. Pensa que o turista resolve descer do coletivo e ir a pé. Pensa que ele foi assaltado. Tá visualizando?

Sabe quem é Renan Calheiros? No Alagoas ele seria eleito para governador! Será que o que sei dele é uma alucinação ou surto psicótico? No mínimo porque Sarney ainda está lá e um partido usou um vídeo com discurso do Paulo Maluf ...



E pergunto novamente, e daí? Nós fazemos exatamente o que? Se você não pagar sua luz, sua água e seu telefone vão cortar e pra ligar de novo vai ter que pagar mais um pouco. Se não pagar suas faturas irão sujar seu nome de um jeito que você não poderá mais usar seu próprio nome. Dependendo da sua dívida você vai preso. Se teu filho for ameaçado na escola e não voltar mais lá você vai ser punido mas ninguém pune aquele 'de menor' que não vai pra escola porque está traficando. Se você fizer até o impossível para ser um cidadão de bem você será punido mas, o criminoso, o marginal, o bandido é o tadinho de todas as histórias que acontecem neste país. Ele é a vítima! Ele faz o que faz porque o governo é relapso mas você, mesmo com um governo desgraçado deste ainda está dando a outra face todo santo dia!

Você paga todo dia com seu pouco salário e seu suor (e as vezes com sua vida) pra ser punido o tempo todo e aqueles que cometem crimes descaradamente com direito a primeira página de jornal passam férias nas Bahamas...

E daí? A gente faz o que? Fingir que aqui é realmente um país desenvolvido?








Nenhum comentário: