Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

DENÚNCIA: Atende SP não libera viagem e cadeirante perderá curso.

[Estamos reproduzindo denúncia publicada no Portal Eu Sou Especial com o intuito de que alcance o maior número de pessoas possíveis]




Cadeirante corre sério risco de ficar sem estudar porque o Atende não libera a viagem.

           Que a SPTrans (um tipo de consórcio que manda no transporte em São Paulo) já foi denunciada aqui no Portal Eu sou especial não é novidade, eles por meio de sua superintendência e do prefeito Fernando Haddad (PT) ainda continuam a querer acabar com o Atende, um serviço de transportes para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida criado há 17 anos para tratamentos médicos e estudos.

            Em julho de 2013, recebemos através do Sr. Valdir Timóteo, presidente do Movimento Inclusão Já a denúncia de que Haddad estava querendo acabar pela segunda vez com o serviço (leia a matéria) e continuar essa atitude criminosa iniciada pela Marta Suplicy em 2004. Apesar de protestos e tentativas de explicação, a prefeitura pouco está ligando para os cadeirantes e as coisas só pioram.

Atende SPTrans

QUATRO MESES DEPOIS E NOVA DENÚNCIA.
               Recebemos outra denúncia contra a SPTrans, o cadeirante Amauri Nolasco depois que lutou muito conseguiu uma bolsa de estudos pelo Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica) ele e sua noiva Marley Cristina ficaram contentes por essa conquista, foi aí que Amauri agendou dentro do prazo do regulamento do Atende:

1 - Todo aquele que precisar do atende tem que fazer o pedido da sua viagem até o dia 10 de cada mês para garantir o transporte no mês seguinte. Ou seja: se você precisar desse serviço para o mês de outubro terá que fazer o seu pedido até no máximo, dia 10 de setembro. Se caso o pedido for feito no dia 11, no caso desse exemplo, você só será atendido lá pro mês de novembro.

2 - Mesmo o pedido sendo feito no prazo, o Atende faz uma análise se existe a possibilidade de você ser atendido, ou não.

A BUROCRACIA
Amauri infelizmente foi barrado pela separação do ATENDE que eles chamam de ‘análise’, com isso ele pode ficar sem transporte e perder o curso que começaria hoje dia 15 de outubro – ao Jornal Fato Paulista ele explica que conseguiu contatar a SPTrans em tempo:
“Ele explica ao lado da noiva que fez a matrícula do Sisutec que não tem a diferenciação dos documentos para pessoas com deficiência. Fizemos a matrícula dia 12 de setembro (o último dia do prazo), já que o cadastro das pessoas que não fizeram o ENEM começou dia 10 de setembro – a ficha para o Atende foi enviada dia 13.”

OS ENVIOS DE EMAIL
            Amauri enviou um email para a diretora do Atende Erica Nóbrega pedindo informação, mas eles falaram que o prazo pra enviarem a ficha seria até dia 10/09:
“Gostaria de perguntar até quando posso mandar a ficha para o ATENDE para ir á Universidade Cruzeiro do Sul que começa em 15 de outubro?”
            Como resposta do email, depois daquele dia de 10/09 as viagens são realizadas em outubro e depois de 10/09 as viagens acontecem só em novembro. Eles não liberaram a van para o dia 15 de outubro quando começa as aulas, se nada for feito a bolsa perdida.

O PODER PÚBLICO RASGA E COLOCA FOGO NA LEI
            A Constituição Federal garante o transporte para as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, além dela a Lei 12.587 de 03/01/12 que garante a integração dos transportes seja de pessoas e cargas no Município... Eles estão nem aí para as leis e os deficientes. Em uma mensagem de indignação, Amauri diz ao portal:
“Os deficientes não podem nem estudar”!

Pedimos aos nossos leitores que encham a paciência do pessoal da prefeitura paulistana e da SPTrans, enviem suas revoltas para os seguintes emails:

E claro para o governo também:

Nome: Amauri Nolasco Sanches Jr
Telefone Atende: 0800 155234 | email: atende@sptrans.com.br

Redação: Lucas
Com informações: Jornal Fato Paulista e Pirate Def

Nenhum comentário: