Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

terça-feira, 9 de abril de 2013

Refletindo ainda...



Venho hoje justificar a falta de atualizações depois de um longo período de reflexão. A bem verdade é que não vemos mais sentido em continuar.

O que expresso aqui hoje não diz respeito apenas ao povo brasileiro mas, à sociedade humana em geral.

Estamos em um processo de manipulação onde uma tática de Engenharia Social vems e mostrando extremamente eficiente. Vamos seguindo nos enganando e acalmando nossa consciência, mas nada do que é feito ou pretendido trará uma mudança esperada. 

Estamos todos condicionados, padronizados e influênciáveis. Estamos todos vulneráveis, frágeis e órfãos.

Se observarmos na Natureza, vemos com clareza que animais de uma mesma espécie - em sua grande maioria - andam em bando regidos por um sistema coletivo que preserva a existência dos mesmos ao mesmo tempo que os mantém seguros. Não ocorre o mesmo com a espécie humana. 

Dentro de nossa sociedade cirou-se divisões e separações tornando-se impossível que um sistema coletivo encontre alguma brecha para atuar. Nossa sociedade é feita hoje apenas de indivíduo e tudo o que se relaciona a eles reflete isso. Não há benefício para uma sociedade sem um sistema coletivo. E há algumas décadas o ser humano começou a perder a noção de sua vida como indivíduo e como parte de um coletivo. 

Quando alguém levanta uma bandeira ou luta por uma causa ela nasce de uma necessidade individual, ou seja, de uma causa própria. O interesse original não é trazer benefício para a sociedade em geral mas, para o próprio inconformismo mesmo que esta causa tome grandes proporções. Isto quer dizer que, à partir do momento que uma causa surge por interesse próprio ela jamais será eficaz em um coletivo. À partir do momento em que um hétero for contra um gay e um gay erguer sua bandeira; à partir do momento em que um branco for averso a uma causa negra e um negro der origem a uma causa, à partir do momento que uma vítima exigir justiça e aquele que não for vítima ignorar a causa... Á partir do momento em que o ser humano precisar sentir na própria pele a necessidade de mudança e a deficiência na nossa sociedade nada vai mudar!

A História Humana já provou que o ser humano infelizmente só muda se lhe sobrevier uma catastrofe. Se absolutamente todos estiverem sujeito a mesma desgraça é que todos se moverão por uma causa comum. Sem isso, continuaremos assistindo a sociedade de dividindo cada vez mais - feito uma célula cancerígena - criando rótulos e esteriótipos,  criando classificações e subespécies, discriminando e acreditando cada vez mais que são possuídores de alguma verdade absoluta que deve ser aceita por todos.

Se observarmos a mente humana enquanto criança e perceber no que ela se torna enquanto adulto, veremos com clareza que o ser humano não evoluí mas, o contrário.

O ser humano moderno é feito de profunda pretensão. Interpreta os homens do passado subestimando sua capacidade intelectual para grandes feitos a ponto de atribuir sua realizações a seres extraterrestres. Mas a bem verdade é que o homem moderno é apenas dependente de suas próprias invenções e de seu vão conhecimento. Ele não é capaz de realizar o mesmo que os homens do passado com toda sua tecnologia. Ele não é capaz de viver mais sem energia elétrica e seus anticorpos não são mais capazes de reagir naturalmente a uma simples gripe.

Há 15 anos atrás fazíamos parte de uma minoria que já lutava pelas florestas brasileiras sobre o lema de que a Amazônia é o pulmão do planeta... Passados estes anos tornou-se modo contribuir para alguma organização que preserva o meio ambiente. Ainda assim o que sobrou de nossas florestas continuam desaparecendo e nada parece frear isso. E hoje sabe-se que enquanto todos achavam que uma árvore é responsável pelo nosso oxigênio esqueceram-se de nossos mares de onde de fato se origina todo o oxigênio do planeta através de um serzinho minúsculo chamado Plancton. A erupção de um vulcão, a quantidade de raios e relâmpagos, a população de corais, a Ionosfera, o desgelo no Ártico, tudo faz parte de uma tática de defesa do planeta que reage contra as ações humanas. 

Na verdade, a Natureza nem precisa de nós para que o planeta sobreviva a nossa destruição. Nós somos o corpo estranho que faz com que os 'anticorpos' do planeta reajam. Nossa presença é uma doença que chegou em seu auge onde estamos exterminando até nossa própria espécie.

E sabe o que é pior em tudo isso? Para não generalizar, 80% da população humana não dá a mínima pra isso pois são indivíduos que enxergam apenas o próprio umbigo. E não se engane quando vê - por exemplo - uma dedicada protetora de animais que age de acordo com seu remorso já embutido em nossa genética. Cães e gatos são animais que os humanos tiraram da Natureza e tinham um papel importante em seu habitat natural. Hoje, se tornaram apenas ornamento e acessório de pessoas com deficiência psicológica. Um protetor de animais - pela lógica - deveria proteger toda e qualquer animal. Um protetor de animais deveria respeitar animais porque aprendeu a respeitar a própria espécie.

Tudo o que vemos hoje é hipocrisia, disfarce e fuga. Seja em movimentos ambientais, sejam em causas animais ou sociais, tudo é fruto de uma motivação individual e não a consciência de uma ideia coletiva.

Sabe qual minha visão de futuro? Direi e não me importo que a considere pessimista ou negativa pois, pra você que pode conseguir comprar aquela roupa linda da vitrine do shopping, pra você que consegue comprar seu carro e se sentir enquadrado nos padrões só por causa disso, pra você que está mais preocupado na agenda do final de semana e em qual balada vai curtir é a opinião que se pode esperar...

Daqui a 3 futuros o oxigênio, a comida e a água serão escassos. Poucas pessoas conseguirão uma vaga nas naves que já estão sendo construídas e ficarão sobrevoando nossa atmosfera onde tentarão reproduzir nossos recursos naturais enquanto não encontram um outro planeta que jamais será encontrado. Aqueles que ficarem por aqui serão - em algumas gerações - modificados genéticamente sob influência da nova realidade do planeta e não serão mais reconhecidos como hoje conhecemos. Nessa preocupação toda em modificar a própria imagem iremos adiquirir uma nada agradável. O fim da raça humana virá e uma nova espécie irá dominar se sobreviverem as novas condições climáticas que durará séculos...

É isso que concluí-se observando o comportamento humano neste momento: não tem mais jeito!

Nenhum comentário: