Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Campanha: Floresta Faz a Diferença

[Lembre-se: tem que ser muito humano, muito mente expandida e muito consciente para se engajar: sustentabilidade e preservação não é moda! É consciência!]


O Gardoia visitou nosso blog e deixou uma dica ótima para quem quer contribuir a preservar nosso território rico em biodiversidade.



O site Floresta Faz a Diferença está engajado na luta pela preservação ambiental de nosso país. Muitas instituições e celebridades aderiram à campanha!

Leia o manifesto:

Manifesto em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável

Junho de 2011



Por que tanta polêmica em torno da manutenção do que resta das nossas florestas? Será possível que ambientalistas, cientistas, religiosos, empresários, representantes de comunidades, movimentos sociais e tantos cidadãos e cidadãs manifestem sua indignação diante do texto do Código Florestal, aprovado pela Câmara dos Deputados, apenas por um suposto radicalismo ou desejo de conflito sem cabimento? Será justo afirmar que os defensores das florestas não levam em conta as pessoas e suas necessidades de produzir e consumir alimentos? Do que se trata, afinal? O que importa para todos os brasileiros?


Importa, em primeiro lugar, esclarecer a grande confusão sob a qual se criam tantas desinformações: não está se fazendo a defesa pura e simples das florestas. Elas são parte dos sonhos de um país com mais saúde, menos injustiça, no qual a qualidade de vida de todos seja um critério levado em conta. Um Brasil no qual os mais pobres não sejam relegados a lugares destruídos, perigosos e insalubres. No qual a natureza seja respeitada para que continue sendo a nossa principal fonte de vida e não a mensageira de nossas doenças e de catástrofes.


A Constituição Brasileira afirma com enorme clareza esses ideais, no seu artigo 225, quando estabelece que o meio ambiente saudável e equilibrado é um direito da coletividade e todos – Poder Público e sociedade – têm o dever de defendê-lo para seu próprio usufruto e para as futuras gerações Esse é o princípio fundamental sob ataque agora no Congresso Nacional, com a aprovação do projeto de lei que altera o Código Florestal. 23 anos após a vigência de nossa Constituição quer-se abrir mão de suas conquistas e provocar enorme retrocesso.


Há décadas se fala que o destino do Brasil é ser potência mundial. E muitos ainda não perceberam que o grande trunfo do Brasil para chegar a ser potência é a sua condição ambiental diferenciada, nesses tempos em que o aquecimento global leva a previsões sombrias e em que o acesso à água transforma-se numa necessidade mais estratégica do que a posse de petróleo.


Água depende de florestas. Temos o direito de destruí-las ainda mais? A qualidade do solo, para produzir alimentos, depende das florestas. Elas também são fundamentais para o equilíbrio climático, objetivo de todas as nações do planeta. Sua retirada irresponsável está ainda no centro das causas de desastres ocorridos em áreas de risco, que tantas mortes têm causado, no Brasil e no mundo.


Tudo o que aqui foi dito pode ser resumido numa frase: vamos usar, sim, nossos recursos naturais, mas de maneira sustentável. Ou seja, com o conhecimento, os cuidados e as técnicas que evitam sua destruição pura e simples. É mais do que hora de o País atualizar sua visão de desenvolvimento para incorporar essa atitude e essa visão sustentável em todas as suas dimensões.


Tal como a Constituição reconhece a manutenção das florestas como parte do projeto nacional de desenvolvimento, cabe ao poder público e nós, cidadãos brasileiros, garantir que isso aconteça. Devemos aproveitar a discussão do Código Florestal para avançar na construção do desenvolvimento sustentável. Para isso, é de extrema importância que o Senado e o governo federal ouçam a sociedade brasileira e jamais esqueçam que seus mandatos contêm, na origem, compromisso democrático inalienável de respeitar e dialogar com a sociedade para construir nossos caminhos.


O Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável, criado pelas instituições abaixo assinadas, convoca a sociedade brasileira a se unir a esse desafio, contribuindo para a promoção do debate e a apresentação de propostas, de modo que o Senado tenha a seu alcance elementos para aprovar uma lei à altura do Brasil.


Caso sua instituição queira aderir ao Manifesto, entre em contato no e-mail comiteflorestas@gmail.com

A lista de instituições é enorme, mas você pode ler este manifesto na íntegra junto com a lista de participantes clicando neste link Manifesto



Na página inicial do site você também pode enviar uma mensagem ao Senador que recebeu seu voto pedindo para que olhe por esta causa. Floresta Faz a Diferença

Na caixa de texto do lado direito você preenche os dados e envia sua mensagem! Eu deixei a minha:

"Sr Senador, não pode esta nação crescer e se tornar tudo que nasceu para ser - grande- se não valorizarmos o bem mais precioso deste planeta! Nosso país é todos os órgãos vitais do planeta!

O mundo hoje olha para nós! Precisamos que o povo ande de mãos dadas com este crescimento sendo educados para a sustentabilidade e preservação de nosso território tão rico em biodiversidade!

O desrespeito pelo meio ambiente, pelos animais e pelo coletivo, sr Senador, só reflete uma coisa: a falta total de educação! E não estou falando de educação acadêmica!

Jamais será grande um país onde prevaleça na maioria de seu povo a ignorância!"

Você pode ainda assinar o Abaixo-Assinado, juntando-se a outras pessoas nesta causa e também divulgar através do Facebook, Orkut e Twitter.

Para imprimir e pedir assinaturas no seu bairro e cidade, clique aqui: Abaixo-Assinado para Imprimir


Os abaixo-assinados podem ser enviados para a Caixa Postal 6137, CEP 70740-971, Brasília - DF ou entregues nos seguintes endereços:

Ação Educativa e Associação Brasileira de ONGs
Rua General Jardim 660 –Vila Buarque - São Paulo - 01223-010

Fundação SOS Mata Atlântica
Avenida Paulista, 2073, Condomínio Conjunto Nacional, Torre Horsa 1 – 24 Andar – CJ 2407/2408, Bela Vista, São Paulo, CEP: 01311-300.

Instituto Refloresta
Rua Dr. Augusto de Miranda 1186, casa 02 - Vila Pompéia - São Paulo - SP - 05026-001 - Brasil

Vitae Civilis - Cidadania e Sustentabilidade

Rua Itápolis, 1468 - Pacaembú - Sao Paulo (SP) - 01245-000 - Brasil

Baixe cartazes, imprima e espalhe por ai! Basta clicar na imagem abaixo e escolher:


Assista as celebridades engajadas nesta causa:





Nenhum comentário: