Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

terça-feira, 16 de junho de 2009

Sobre o Assassino de Gatos da Rua Florença...

Como puderam acompanhar na postagem "Aprendendo sobre Perdão", após descoberta a pessoa que assassinava os gatos de nossa rua, deixando aqui em casa apenas 6 vivos dos 30 que haviam, decidi escrever uma carta ao assassino...

Pensava comigo como ele conseguia dormir, depois de passar mais de um ano assassinando gatos... Pois eu não conseguia dormir depois de lançar tantas pragas e maldições ao homem...

Antes do horário onde o flagrante seria filmado, e um batalhão de pessoas esperavam para tanto, decidi escrever a carta, numa esperança utópica de quem sabe a Luz da Compreensão tomar aquela mente...

Pensava comigo que eu poderia conseguir o flagrante e coloca-lo por um tempo na cadeia, fazendo-o ainda pagar multas e indenizações... Mas, ele pagaria a fiança, e começaria tudo de novo. Pretendia uma medida definitiva, para que ele nunca mais cometesse tal ato...

Naquela noite de domingo ele não apareceu e durante toda a noite, nenhuma isca foi deixada. Ao longo da semana a rua foi vigiada e nada foi encontrado.

HOje,dia 18 de Junho, tantos domingos após a carta, nenhum atentado foi cometido contra nenhum animal da rua, graças a Deus!

O rapaz parece ter recebido compreensão o bastante para entender nosso carinho e amor pelos animais...

Agora, com os gatos seguros e usufluindo da liberdade que eles tem por direito, percebo alguns desiquilíbrios ocorrendo por aqui...

Há um mato que cresce alto, onde a vizinhança costuma a jogar lixo... A frequências de ratos ali era muita, mas com a morte dos gatos, aumentou. Com gatos caindo mortos mato a fora, surgiu a visitação constante de urubus!

Sim... Os urubus estão em vôos baixos, muitas vezes pousando em muros, casas e naquele terreno baldio, e podemos vê-los voando carregando ou lixo ou cadáveres de animais.

Semana passada, uma enorme árvore de fruta do conde que havia no quintal da vizinha da frente, foi cortado. Ali toda noite voava vários morcegos, mas não eram carníforos. Sem a árvore, não sabemos onde os morcegos se refugiaram.

Mas, nesta tranquilidade que reina para os felinos da rua, os gatos voltaram a dar bandas no mato e capturar os ratos que são deixados sem cabeça a vista de todos, como se mostrassem o bom serviço que nso prestam.

Nenhum comentário: