Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Ameaça a Isadora Faber


Quero mostrar hoje um exemplo do que é uma criança predisposta a marginalidade. O perfil pareça falso - pois que criatura neste mundo não sabe escrever o próprio nome? O ataque é na rede social. O que vemos não é apenas alguém que nitidamente não gosta de escola - vide erros de português - mas um indivíduo precocemente violenta.

Normalmente uma criança que ameaça outra e é praticante de bulling reflete o tratamento que recebe em casa. É tratada com violência e arrogância, e irá procurar alguém que compreenda ser mais frágil para que possa transferir o tratamento recebido. Não é apenas um recurso para vingar-se do tratamento recebido é também um modo de sentir-se forte embora seja inseguro. Este tipo de atitude vê-se em marginais. Na internet, mesmo que não transfira a agressão recebida e for uma pessoa quieta e solitária, usará a rede como recurso para a mesma finalidade. Praticará o ciber bulling.

Posso compreender agora porque crianças vítimas de bulling não conseguem retornar a escola. O porque não se consegue com facilidade uma consulta com psicólogos infantis e em alguns há até lista de espera.

Digam-me... Que geração é esta que se forma diante de nossos olhos? E que mundo injusto é esse? Então, alguém que luta pelo Bem e pelo que é bom será punido enquanto quem pratica a maldade ficará impune?



"Minhas aulas começam amanhã, mas as ameaças já começaram. Olhem só o absurdo que foi publicado no Diário sábado. O que estou fazendo para ser ameaçada de morte? Por que quem apoia também é ameaçado? Se isso é brincadeira, é de muito mau gosto. Com essa onda de terror que Florianópolis vive atualmente, é bem assustador. Por que é tão difícil exercer a cidadania? Por que tentam calar quem busca seus direitos? Ano passado minha casa foi apedrejada e minha vó acabou ferida. Agora isso? Quem faz ameaças assim, só pode ser um covarde acomodado que se contenta com as migalhas que são dadas. Deve achar normal a corrupção, os atentados, a violência. Já denunciei e irei à polícia também, ameaças desse tipo tem que ser investigadas. Tenho certeza que as autoridades tem como chegar no IP do responsável."  Diário de Classe - Isadora Faber

Nenhum comentário: