Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

domingo, 11 de novembro de 2012

Segunda Sem Carne e Caderno Verde


"Não há equilíbrio nos extremos e nem Amor na falta de compreensão ao outro. Cada um sabe de si, cada um tem um propósito e um chamado. Muitas vezes, o que serve pra um não serve para o outro. Tudo tem uma razão de ser, nada é acaso!

Não lutamos para mudar o mundo: a Humanidade prova dia-a-dia que já escolheu seu caminho. Continuamos a lutar para manter em nós enraizadas as nossas convicções." - S.C.



Estava vindo no blog fazer uma postagem que é a dica de cardápio do Caderno Verde para a Segunda Sem carne! Á partir de hoje o Projeto Adão irá postar sugestões de cardápios do Caderno Verde que - além de receitas vegetarianas e veganas - ainda dá muitas dicas de Artesanato e Decoração reciclável entre outros assuntos que envolvem Meio Ambiente e Saúde em uma página muito agradável no Facebook.

Coincidentemente, minha amada amiga Helena tocou no assunto sobre comer carne, que surgiu por causa de um porco que está abandonado desde ontem em uma calçada em Niterói e nenhum órgão competente foi resgatá-lo deixando-o exposto ao sol, sem comida, sem água e sem os devidos cuidados, já que ele parece doente.

Vou acrescentar ao post de hoje o que disse a ela, compartilhando com vocês. Não importa se você é vegano, vegetariano ou carnívoro para aderir. Não é questão de comer ou não carne! Tudo vai da consciência de cada um mas, quando o assunto é o planeta, envolve todos!

A Segunda sem Carne é uma campanha como o rodízio de placas ou a Hora do Planeta: você apaga as luzes e desliga tomadas de sua casa por algumas horas para dar um alívio ao planeta!

A Segunda Sem carne é isso: um dia sem comer carne para diminuir todos os processos que vão da criação de gado e aves até o consumo e que agridem nossa atmosfera e consequentemente o planeta! Obviamente que a questão vai mais além: o consumo de carne - por seus métodos de criação e abate - afetam diretamente nossa saúde e a vida dos animais - mas não estou aqui para ser extremista! Se sua consciência alcançar apenas a necessidade de ajudar o planeta a sentir um alívio, já está ótimo! Quanto a comer carne ou não, vai ai o que penso e o que respondi a minha amiga depois de se culpar por ainda comer carne e lembrando: culpa também faz mal á saúde!

"Amiga, não se condene! Primeiramente, somos todos (ou a grande maioria de nós) condicionados a comer carne! Segundo, é uma prática muito antiga e tem base cultural. 

O problema mesmo - que eu considero por não ser radical - é o modo como abatem os animais! É a alta produção de animais pra consumo! Já assistiu Avatar? Se não, assista! Há uma cena em que as pessoinhas azuis saem pra caçar! Como acontece nas tribos, caçam um único animal para alimentar todos e seguindo as regras da própria Natureza que é perseguir o animal mais velho, o doente ou o mais fraco. 

No filme, ao conseguir alcançar o animal, o caçador faz uma reverência e agradece ao animal por sua vida ser sacrificada para que eles possam se alimentar e ter saúde. Só então o animal é abatido de modo rápido e indolor! Se você agradece o alimento na sua mesa, faz bem! Está escrito que 'tudo o que Deus abençoou é bom'. Ainda está escrito que 'mal não é o que entra pela boca mas o que sai dela'! Fica em paz, tá bem?"

Obviamente que muitos que não comem carne irão sentir certa aversão quanto a estas palavras. Mas, minha convicção diz que nenhuma Verdade ou benefício deve ser imposto. Não posso contradizer todas as minhas convicções e nem meu senso de compreensão e Amor ao outro. Amo os animais e graças a eles sou capaz também de amar alguém da minha própria espécie. E Amor envolve compaixão, compreensão, tolerância e paciência. 

Todos nós temos nossas limitações. Condenar alguém por isso ou aquilo é ignorante e se colocar acima do livre arbítrio das pessoas. O que diz respeito ao indivíduo em suas escolhas pessoais - á partir do momento em que ele seja o único a receber as consequências de suas escolhas - deve ser respeitado. O que diz respeito á Sociedade como um todo é questão de todos.

Nenhum comentário: