Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Vendidos ou Rendidos?


por Marcelo Novaes

Hoje, a caminho do consultório [vou a pé], vi uma frase nas costas de um cara à minha frente. Uma frase de camiseta. Não precisaria de ajuda, ou chegar perto, uma vez que MR Catra pareceria um anão perto dele, no que diz respeito ao porte físico. A frase dizia: "Não importa o que vc é, nem o que vc quer, mas como vc se vende". Embaixo vinha o logo da HBO, o canal fechado de TV por assinatura. Bom..., não me apressei a passar à frente do rapaz, pra conferir se, no peito de sua camiseta, haveria algo escrito como "personal trainer", ou coisa que o valha. Mas dei uma risada, cá comigo. Ri pelo fato de seu slogan ser a "explicitação rasgada" de um "valor" comumente "vendido" de forma mais subliminar. É certo que a indústria do entretenimento paga bem os seus agentes [de lutadores de MMA a garotas de programa de luxo, passando por Neymar e apresentadores de programas de auditório]. É certo que professores de escolas públicas são subavaliados neste mercado, como tantas outras profissões [pense num bom auxiliar de enfermagem: eles existem!!!]. É certo que poesias são escritas sem valor-de-mercado, e que duas dezenas de brasileiros poderiam sobreviver estritamente de seus insights verbais bem estetizados. É certo muita coisa que não é certa. É certo, também, o meu apreço pelos bons que são "maus vendedores de si mesmos", enquanto produto mercadológico. Sejam apreciados por poucos, reconhecidos explicitamente por poucos divididos por "n". Mas não deixam de ser intrinsecamente bons, apesar de sua falta de destreza [ou da ambição que a promoveria] em "se venderem". Minha homenagem a esses.

Nenhum comentário: