Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O "trabalho" mais rendável no Brasil

{Nota: este texto está sendo encaminhando via email para várias cidades, estados e países. Você vai enviar pra quem?]

O salário mínimo 2010 terá o valor de R$ 506,44 a partir de janeiro, um acréscimo significativo na remuneração do trabalhador brasileiro. ...


Quero aproveitar o espaço MONÓLOGO COM A PRESIDÊNCIA que aliás, é bem visitado por internautas de vários países e empresas, para contar como funciona a realidade de nosso país que me parece - corrijam-me se eu estiver enganada - apresenta lá fora uma falsa imagem do povo brasileiro.

Um dos fatos interessantes é que acabam-se as campanhas políticas para a eleição e começam as palhaçadas para que todos nós nos arrependamos até a morte em ter dado o voto para quem acreditávamos estar apto a nos servir... Decepcionante!


É bem verdade que o povo brasileiro melhorou de condição financeira, óbvio: acostumado que está com migalhas considera um aumento de míseros porcento uma fortuna! Um salário mínimo no Estado de São Paulo está entre R$ 560,00 à R$ 580, 00 (depende em que o cidadão trabalha). Há pessoas no Brasil que são obrigados a (sobre)viver com R$560,00 e se procurar bem, há pessoas que ganham muito menos! Se você estudar, fazer vários cursos, se profissionalizar, pode ganhar mais de dois salários mínimos, mas enquanto ganha um só, não pode pagar faculdades e cursos profissionalizantes em instituições particulares. Sendo assim, precisa depender do ensino público que é bur(r)ocrático e muito concorrido. Adultos precisam disputar vaga de tudo com adolescentes e jovens. Fico imaginando onde é possível comportar tanta gente!

Bom... Temos (sobre)vivido desse modo faz muito tempo... E embora os discursos sejam relatos de desenvolvimento disso e daquilo, de nova classe média, tudo que é público se encontra do mesmo modo (inclusive os funcionários). (Aliás, gostaria de saber porque funcionário público sempre está de péssimo humor e nos atende como se fossemos lixo: ganham tão bem para tão pouco serviço que deveriam viver rindo à toa).

Poderíamos continuar (sobre)vivendo do mesmo modo? Claro que sim, pois o que é fato é que o povo brasileiro é guerreiro e determinado. E embora consigamos nos sobressair as adversidades da vida, não temos sangue de barata.

Agora, não é mais uma especulação ilusória de nossos questionamentos. Agora, é fato: está explicado para onde vai o dinheiro público que não chega nas escolas, hospitais e todo o resto! Vai para o bolso de nossos políticos! Antes, parecia apenas conversa fiada... Agora, é fato!

Nossos políticos votaram para eles próprios um aumento salarial de 62% o que os deixa com um salário de R$27.000,00!!!! Quanto o governo arrecada com a população brasileira para ser capaz de pagar esses incompetentes? E pagando sobra quanto para manutenção (não construção nem criação) das instituições públicas ao qual um salário de R$560,00 não possibilita que o cidadão viva de acordo com o merecimento que possuí?

Quero ser bem franca no que vou dizer: se político fosse tão honesto quanto diz ser ou se tivesse o mínimo de caráter (que fosse tão mínimo quanto nosso salário) ele além de não votar num absurdo desses, não aceitaria!

Não interessa a quanto tempo eles não tem um reajuste! Não fazem nada, ficam discursando um blá- blá- blá de fazer qualquer um dormir! Aliás (mais um), eles só sabem fazer isso: falar e fazer que é bom nada!

Se não houve reajuste, recebiam mais que o merecido! Quem se decide a viver uma vida política deve possuir o dom de SERVIR! Quem serve não espera nada em troca a não ser o resultado de seu trabalho (coisa que político não tem). Por que somos nós que devemos reverenciar os senhores engravatados quando somos nós quem pagamos o salário deles? E se pagamos, porque recebemos muito menos que eles?

O negócio daqui pra frente deveria ser o seguinte: o que diz respeito aos assentos disputados nos governos nós votamos, correto? Então, tudo o que se relaciona aos políticos deveria ser votado por nós e não por eles! Eles que votem as melhorias na educação! Eles que votem as melhorias na saúde pública! Eles que se matem e se desdobrem para honrar não somente o lugar que demos à eles como também as calças que vestem!

Nosso país ainda está de pé não é por causa da nossa péssima política! É por um povo que sustenta e o carrega com os próprios braços!

Agora eu me pergunto: DEIXAREMOS AS COISAS COMO ESTÃO SABENDO COMO SÃO?



O salário médio dos trabalhadores das seis principais regiões metropolitanas brasileiras - São Paulo, Recife, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Rio de Janeiro - foi de R$ 1.515,40 em outubro.

Este é o maior valor da série histórica do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), iniciada em março de 2002.

Na comparação com outubro de 2009, o aumento da média salarial foi de 6,5%. Tal variação não era vista desde junho de 2006. Na comparação com setembro, o crescimento foi de 0,3%.

Para Cimar Azeredo Pereira, gerente do IBGE, o reajuste do salário mínimo acima da inflação foi o responsável pelo aumento da renda e também pelo avanço do poder de compra, apesar do recente aumento dos preços. (Por Carol Rocha, na Folha de S.Paulo)

Fonte: Diap




AGORA FAÇA AS CONTAS DE ABSOLUTAMENTE TUDO O QUE VOCÊ GASTA POR MÊS (TIRANDO ALGUMAS EVENTUALIDADES) E VEJA SE SEU SALÁRIO ESTÁ DE ACORDO COM O TANTO QUE VOCÊ TRABALHA! MATEMÁTICA SIMPLES, NÃO É?


SÃO PAULO - O governo do Estado de São Paulo lançou nesta quarta-feira o siteSalariômetro, um site que calcula a remuneração média de admissão das ocupações em todos os estados brasileiros.

Nenhum comentário: