Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

quinta-feira, 25 de junho de 2015

O Ser Humano em Mim


Quando me deparo com este tipo de imagem reflito muito... Reflito sobre o que é de fato a humanidade que habita em mim. 

Na ordem natural da cadeia alimentar, felinos devoram aves... São inúmeras as imagens disponíveis na internet que nos mostram registros fotográficos de animais de diferentes espécies convivendo em perfeita harmonia, sem se importar com os critérios determinados, não pela Natureza mas, pelo ser humano que é ironicamente o maior predador de todos existentes.

Em meio a minha reflexão - que pesa mais como uma auto avaliação - lembro- me de meu fascínio e admiração pelo povo brasileiro com toda sua diversidade convivendo no mesmo território, chamando de pátria o mesmo chão. Era aos meus olhos tão impressionante um país com um povo assim, bem no meio de um mundo em constantes conflitos e guerras que passei a chamar o Brasil de "Amostra Grátis de um Mundo Ideal", não levando em conta nossa péssima política ou o título de Terceiro Mundo. Quem faz um país é um povo e que povo há no Brasil!

Mas, de uns anos pra cá, não sei se por causa da Globalização, ou das aberturas comerciais, ou da internet, ou talvez por causa de um sistema político que assumiu-se falido, aquele povo alegre que ninguém lá fora compreendia 'alegre com o que?', contaminou-se com tudo o que divide o mundo... As guerras e conflitos lá de fora entraram em nosso país e, não possuindo nós os mesmos motivos para mantê-los entre nós, vamos inventando dia após dia através de intolerância, discriminação, fofocas, inveja, ambição, críticas e pré julgamentos...

E volto meus pensamentos a mim mesma, sem tentar procurar cúmplices e culpados em tanta falta de humanidade e vasculhando aqui dentro para me confrontar com minha contribuição...

Ainda sou uma pessoa seletiva... Não seleciono por cor de pele, nível econômico, gênero,raça ou religião mas, possuo meus critérios que nunca serão mais leves que estes listados visto que, eles também resultam num muro que separa...

Em tantas linhas concedi a mim mesma o título de 'bicho' ou de 'selvagem', exatamente por não conseguir ver em mim mesma o ser humano que eu deveria ser...

Nenhum comentário: