Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Repassando: Quanto você paga pelo seu Speed?

[Chego a conclusão de que tornar-se cada vez mais difícil exigir justiça em grandes causas quando o que é justo não se aplica em pequenas causas do cotidiano]


A ineficiência dos atendentes da Telefônica é conhecida por todos. Como você pode perceber ao necessitar de um reparo em sua banda larga, os atendentes sabem tanto quanto você! Os problemas apresentados sempre são os mesmos e o atendimento também: quem já não sabe de cor e saltiado todos os procedimentos feitos para verificar o problema na conexão? Retire o cabo azul ou amarelo e inverta as pontas, desligue o Modem por alguns segundos e ligue novamente, ligue novamente de outra linha para que possamos fazer testes na linha, reinicie o computador, vá nas configurações de rede....


Você tem algum amigo que trabalhou ou trabalha nesta empresa? Eu tenho! E o que soube é que na verdade os atendentes manjam de computador tanto quanto você...  Aliás, é bem capaz de você manjar muito mais que um atendente em tudo ao que se refere a computadores. Eles te parecem repetitivos feito robôs? É porque são treinados para isso mesmo! Eles não precisam saber de muita coisa, bastam ficar repetindo incansavelmente durante todo o dia as mesmas coisas que você já está acostumado a ouvir.


Já tem cliente desta empresa que nem se dá ao trabalho de perder tempo ligando para lá: verifica como um verdadeiro técnico todas as possibilidades e já liga com um diagnóstico pronto para o atendente. Este cliente gosta de sofrer? Claro que não! É falta de opção já que não há muitas empresas de telefônia que atendem qualquer região. Ás vezes, imagino aqui quanto estrago e quanto cabo da Telefônica existe espalhado na cidade, criando um emaranhando. As concorrentes ainda não estão disponíveis para várias localidades.


Mas os problemas da Telefônica não ficam apenas nisso! Quanto você paga pelo seu Speedy? Pois bem, eu pago quase R$ 60,00 por 100,000Mbp, enquanto meu amigo que mora numa rua vizinha, possuí uma linha com o mesmo plano para por 4 Gb R$39,00!!!


Atendimento ao consumidor hoje em dia parece demais com repatição pública: pensam que ninguém tem mais o que fazer a não ser esperar a boa vontade de nos atender! A embromação é rica em criatividade e desculpas esfarradas! O tempo perdido para conseguir ser atendido e seu problema solucionado é tanto que uma empresa pode fabricar no mesmo período produtos suficientes para atender os hipermercados de toda a São Paulo!


Mas a história não fica apenas nisto:liguei para a empresa pedindo a mesma velocidade pelo mesmo valor já que meu amigo mora praticamente no fim da minha rua! Disseram-me que meu plano não me permite ter acesso a mesma velocidade. Rebati dizendo como poderia já que a linha do meu amigo possuí o mesmo plano que o meu? A conversa mudou: não há disponibilidade desta velocidade para minha região! Rebati novamente: como não há disponibilidade se ele é praticamente meu vizinho? A conversa muda novamente: existe um limite de disponibilidade.


O que pode ser feito então? Um aumento de velocidade de 1Gb para 2, com 40% de desconto por 6 meses! Como toda essa conversa cansou e me fez perder todo o período da manhã de trabalho, me dei por satisfeita, deixando bem claro na gravação feita pela Telefônica toda vez que nos atendem sobre minha imensa vontade em abrir um processo na Anatel. É assim que funciona a coisa: a Telefônica te enrola demais e abusa de sua boa vontade? Ligue para a Anatel e você será atendido como realmente merece - e tem direito - e terá com certeza todos os seus problemas telefônicos resolvidos em tempo recorde!


Tudo isso foi ontem e a Internet foi utilizada até quase 2 horas da madrugada! Hoje, de manhã, sento-me para seguir minha vida enfrente e a Internet não conecta! Fiz todos aqueles testes que todos nós estamos cansados de fazer e que já nos habilitou como técnicos: nada! Fiz o possível para evitar, mas fui obrigada a ligar novamente para a Telefônica porque a Terra gira, o Tempo não pára e eu tenho o que fazer! Ficaram surpresos em saber que por mais um dia consecutivo eu perdi toda a manhã? Justamente o período que eu mais rendo?


O atendimento começa com a mesma ladainha de sempre... Até que a atendente - aquela mesma que sabe tanto de computador quanto você - não sabe como resolver o problema e encaminha para um atendimento 'especializado'. Depois de tanto verificar o porque da Internet não conectar descobriu-se que foi pedido o cancelamento do Speedy! " Taís, (o nome da atendente), será que além de termos esta conversa gravada eu terei que, toda vez que ligar para a Telefônica, também ligar aqui uma câmera com áudio para saber o que tenho dito para vocês? Quando exatamente foi pedido o cancelamento desta porcaria? Você sabia que é a terceira vez que a Telefônica cancela algo que não foi pedido o cancelamento, mas insistem em dizer que foi? Você quer por gentileza ir ouvir a gravação da conversa que está sob o mesmo número de protocolo que te forneci? Obviamente que no estado psicológico e emocional em que me encontro seria bem melhor mesmo eu cancelar a linha e tudo mais, mas comigo as coisas não funcionam desse jeito: já está errado cobrarem valores diferenciados, isso me basta para levar essa história até o fim!"


O mínimo que a segunda atendente conseguiu pra mim foi solicitar com urgência que fosse desfeito o cancelamento que eu não pedi no prazo de 5 dias. Eu reclamei: eu vou ter que deixar tudo o que tenho pra fazer por 5 dias por uma situação que eu não criei? "- Aqui consta senhora, que não havia mais Speedy em sua linha!". Foi a gota d'água: "- Como não havia Speedy se eu usei a Internet até umas 2 horas da madrugada?  Olha Taís, eu sei que você não tem nada a ver com isso mas vou falar umas coisinhas assim mesmo porque quero aproveitar que esta nossa conversa está sendo gravada! A Telefônica está conseguindo mais um problemão! Eu vou reunir o máximo de clientes possíveis com o mesmo problema e dizer a eles que liguem para a Telefônica e se possível para a Anatel para que exijam a reformulação do valor e da velocidade!"


Enquanto estou sem Internet, escrevo este artigo, meus nervos parecem um vulcão em erupção, centenas de usuário de Speedy estão pagando muito mais por muito menos velocidade, o Congresso americano quer a todo custo frear a Liberdade de Expressão na Internet para que ninguém reclame de empresas e nem de políticos, para que documentos oficiais dos governos não se espalhem em países que podem se transformar em uma ameaça, os 'brasiguaios' estão perdendo suas terras brasileiras para o Paraguai porque há uma lei que proíbi a compra de terras a 50klm da fronteira, mas tudo que é cidadão estrangeiro chega aqui e compra o que bem entender assim como a Telefônica que se estabelece - empresa estrangeira - em terras brasileiras e faz todo cidadão que decide se tornar cliente em palhaço!


Isso me faz pensar  que as leis brasileiras são eficientes, mas não para brasileiros. Me faz também recordar de Henry Ford que de olho nos seringais brasileiros, comprou uma vasta área no Amazônas, tentou transformar numa cidade, derrubou várias árvores, explorou seringueiros e extraiu borracha, para concluir que a borracha da China era bem mais barata. Fechou sua fabrica que se mantém até hoje ali como se fosse uma cidade fantasma, como se fosse um lixão em meio a mata e ainda mantém a posse da área dentro de um território brasileiro e ninguém resolveu ainda pedir para que ele devolva aquelas terras que nem são preservadas ambientalmente, mas permitem que as terras de quem as comprou legalmente sejam tiradas de seus proprietários.


A Telefônica é a número um no ranking de processos judiciais contra empresas aqui no Brasil e pouca coisa mudou. Aquela assinatura que você pagava todo mês  e foi proibída agora está mascarada - pelo menos no meu plano - como Plano de Minutos onde pago todo mês um valor fixo para ter certa quantidade de créditos para ligações: acabam-se os créditos, não há ligações. Mas, pagando R$ 42, 42 pelo plano, utilizando 168 min. que custam R$ 4, 49: não poderei utilizar no mês que vem os minutos que não foram usados e pagarei todo mês o mesmo valor por uma linha que quase não é utilizada para ligações mas precisa estar aqui para que eu possa ter banda larga que custa  R$ 58,18 e me fornece 100.000 Mbp de velocidade, enquanto meu amigo usa 4 Gb por R$39, 00.


Sabe qual o valor da minha fatura depois de tudo isso e utilizando celular para fazer ligações? R$ 109, 26 para uma linha que só recebe ligações, uma banda larga que foi cancelada - mas não por nós - e que só será religada em 5 dias, cujo tempo sem uso não será descontado enquanto exigem que as contas sejam pagas em dia...


Plano de Minuto... A única alternativa para que parassem de jogar em nossa fatura ligações para celular que nunca havíamos feito! Estou pensando seriamente em me informar sobre as concorrentes, pelo menos eu pagarei o mesmo valor mais terei TV por assinatura!


Ps: Tudo isso ocorreu nos dias 30, 31... 24 horas sem Internet e nem sei se irei pedir ressarcimento do tempo sem banda larga, tamanho o desgaste que causa tentar resolver alguma coisa com essa empresa!
Hoje, dia 01, amanheci sem telefone também! Mais uma vez liguei pra Telefônica! O problema foi solucionado rápido já que o protocolo desta linha é extenso e o nome do que vai na fatura aparece várias vezes no sistema de atendimento. A linha e a Internet logo retornaram durante os testes, mas continuo com a mesma velocidade! Não sei se me darei ao trabalho de reclamar por isso também, não quero correr o risco de perder mais 3 dias!


Nenhum comentário: