Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

domingo, 12 de outubro de 2008

A Percepção dos Defensores de Animais


Sabe quando você visita uma determinada cidade e fica impressionado com o número de cães e gatos que vê nas ruas?
Você pensa: mas como pode ser, se eu já estive aqui antes e nunca notei que havia tantos animais abandonados assim! O que mudou entre uma viagem e outra foi sua maneira de olhar o mundo. Isto já aconteceu comigo várias vezes e então eu compreendi que a primeira vez que estive em determinado local eu não era defensora dos animais, pois naquela época não tinha consciência do sofrimento deles.
Claro que sempre gostei de cães e gatos, mas ainda não tinha o impulso de lutar por eles. Hoje eu sei que nós amigos dos animais temos uma percepção diferente da de outras pessoas: a maioria vê o conjunto e nós enxergamos os detalhes.
Quando me dizem: veja que linda esta paisagem, eu admiro o local e acabo prestando atenção em um cachorro em um cantinho da foto, que está vagando abandonado. Não é como dizem as más línguas que nós protetores ficamos procurando animais em perigo para resgatá-los. Isto não é verdade, pois mesmo sem querer ver, nós os encontramos e tudo funciona como se atendêssemos a um apelo.
Há alguns anos, a Rodovia Raposo Tavares era um dos locais prediletos de abandono de animais indesejados. Hoje isto ainda acontece, mas em escala bem menor. Muitas vezes, ao pegar a Rodovia eu fechava os olhos e dizia que só iria abri-los ao chegar a São Paulo.
Mas, é claro que não conseguia manter a promessa e, ao abrir os olhos depois de muito tempo, me deparava com um animal no acostamento, prestes a atravessar a pista ... é como se ele estivesse esperando a minha passagem para tomar uma atitude e ser socorrido.
Alguns irão dizer que temos um modo de ver o mundo diferente do de outras pessoas, pois somos mais atentos que a maioria dos seres humanos e o fato de nos preocuparmos com a natureza nos deixa sempre alertas. Pode ser também, mas acho que temos outro tipo de visão mesmo.
Sempre vejo um ponto em uma paisagem que destoa da harmonia do conjunto: um detalhe que não é visto pela maioria das pessoas. Elas simplesmente não vêem e nós, independente de sermos míopes ou de termos qualquer outra deficiência visual, temos uma percepção muito aguçada e sempre vemos. Assim pode ser descrita a percepção dos defensores dos animais: um olhar intenso, detalhista, um olhar de quem ama, de quem tem compaixão.
Resumindo: Amor e Compaixão é a fórmula, o segredo que proporciona uma visão única aos protetores de animais.
Maria Augusta Toledo
Para conhecer nosso trabalho acesse:

Nenhum comentário: