Translate

Centelhas de Luz - Destaque pra vocês!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Atiram cães de comida a crocodilos

POR SHIRA ABREU POR SHIRA ABREU

Jovens no setor Os Três Olhos jogam cães vivos ao rio do parque desse lugar para entreter- se vendo os crocodilos destroçá-los.

Uma fonte disse hoje que uma turista proveniente de Miami ficou horrorizada com a cena e perguntou se na República Dominicana não há alguma autoridade de proteção aos animais. A fonte assegurou que os reptiles estão em “um riíto” que sai do parque até o mar Caribe.
Desconhece-se se nesse lugar críam os cocodrilos ou trata-se do que as autoridades de Biodiversidade confirmaram que viram na costa, em Sans Soucí e no rio Ozama, semanas após que se reportasse sua presença depois das inundações provocadas pela tormenta Noel no final de outubro.
Quando os jovens atiram os cães ao rio onde se sabe há crocodilos, esses tratam de sair e então os reptiles os capturam e comem. Soube-se que um guia turístico identificado como Simón alertou às autoridades pela prática de abuso animal.

Alguns pedem também vigilância policial para apressar os responsáveis do maltrato. Quando os crocodilos capturam os cães inicia o “espetáculo”. Há versões desencontradas sobre a presença de crocodilos nos últimos dias no rio Isabela, em Pantoja e na Cañada do bairro A Arenita, de Ribeiro Fundo.

Só a senhora Mercedes Rivera, residente na Arenita, assegurou que uns meninos viram neste domingo os reptiles na Cañada. “Diz que viram-nos no domingo uns rapazes . Esses crocodilos não estão fácil”, disse a mulher de 62 anos, ao lado da pestilente cañada.

Ao lado seu, Francisco Sánchez, mestre construtor, disse que nos últimos dias não soube de que alguém tenha visto os crocodilos que muitos asseguram estavam faz duas semanas na Cañada. “Viram-nos faz numa semana do outro lado da ponte”, disse referindo-se à ponte sobre a Cañada na estrada para A Isabela, em Ribeiro Fundo. O homem disse que se visse os crocodilos buscaria um saco para lhes tampar a boca e se lhe atiraria em cima para amarra- los.

Os outros homens que estavam presentes debocharam dele. Sánchez quer capturá-los porque soube que o suposto dono dos reptiles está oferecendo 150 mil pesos a quem os capture e entregue. “Com essa viruta eu faço um mundo”, manifestou.

Outro que afirmou que alguém está oferecendo recompensa pela captura dos reptiles foi o motoconchista Andrés Félix. Félix disse que escuto que o dono é um espanhol; outro homem que lhe acompanhava acha que é um chinês. Em Pantoja, o guardião Antonio Rosario Ventura e o motociclista Manuel Orozco disseram que nesse setor não se viram cocodrilos desde as últimas chuvas, se referindo à tormenta Olga. “Parece que nas últimas crescidas se foram”, manifestou Rosario, de 69 anos, ao lado do rio Isabela, onde o proprietário viu um cocodrilo a poucos dias da tormenta Noel, em novembro.

Nenhum comentário: